Programa De Olho na Cidade

Marialvo Barreto diz que não se constrangeu ao depor na delegacia

O vereador Marialvo Barreto (PT) comentou o seu comparecimento àdelegacia para depoimento no inquérito que apura possível dano moral contra o prefeito Tarcízio Pimenta (PDT). Ele foi o segundo membro da bancada de oposição a ser ouvido pelo delegado Matreus Souza. O depoimento foi na tarde de ontem (9).

Usando a tribuna da Câmara Municipal nesta terça-feira (10), Marialvo disse que não se constrangeu ao comparecer à delegacia. “Fui à delegacia com muito prazer porque não fui eu que passei a mão no dinheiro do Banco Subaé Brasil. Lamento essa situação do prefeito colocar os vereadores para depor na polícia”.

Marialvo disse ainda que diversos correntistas que perderam dinheiro com o fechamento do Banco Subaé Brasil também estiveram no complexo policial e foram atendidos pelo coordenador da Polícia Civil, delegado Fábio Lordello.

O primeiro a depor foi o vereador Roberto Tourinho (PSB), na última segunda-feira (8). Hoje é a vez de Frei Cal (PMDB), às 15h, e amanhã o depoimento será de Ângelo Almeida (PT).

Whatsapp
Google+
Versão Clássica