Programa De Olho na Cidade

Além de Colbert, mais três pessoas tiveram habeas corpus concedido

Além de ter deferido o habeas corpus em favor do ex-deputado federal Colbert Martins Filho (PMDB), o Tribunal Regional Federal daregião determinou a soltura de outras três pessoas presas na Operação Voucher da Polícia Federal. Das 36 pessoas detidas, 14 ganharam liberdade provisória.

O primeiro habeas corpus foi concedido a Colbert Filho, secretário nacional de Desenvolvimento do Turismo. Também conseguiram liberdade Dalmo Antonio Tavares Queiroz (diretor de licitações da Fundação Universa), Jorge Fukuda (sócio da ONG Ibrasi) e Gláucia de Fátima Matos (servidora do Ministério do Turismo).

O site do Correio Braziliense informa que o advogado Gustavo Rocha, um dos que defende Colbert, o ex-deputado foi preso por conta do cargo que ocupa no Ministério do Turismo e não tem nenhuma relação com o esquema fraudulento.

Whatsapp
Google+
Versão Clássica