Programa De Olho na Cidade

Meia passagem para alunos de EAD e cursos técnicos causa polêmica

Um projeto de lei de autoria do vereador Justiniano França (Dem) provocou muita discussão na sessão da Câmara Municipal de Feira de Santana nesta segunda-feira (15).  A proposta tratava de meia passagem para estudantes de cursos universitários de ensino a distância (EAD).

Atualmente, os estudantes de EAD não tem direito a meia passagem no transporte coletivo urbano de Feira. Com o projeto de Justiniano, eles passariam adquirir 30 passagens no valor de 50%.

vereador Marialvo Barreto (PT) apresentou uma emenda ao projeto, ampliando o direito para 50 passagens e estendendo o benefício para estudantes de cursos técnicos.

Durante as discussões, os vereadores de oposição acreditavam que a emenda de Marialvo seria derrotada na votação. “É um equívoco desta Casa rejeitar essa emenda”, disse Roberto Tourinho (PSB). Marialvo também se manifestou:  “Quem vai perder são os pais que tem seus filhos em escolas técnicas e pagam passagem. A maior parte desses estudantes é de baixa renda”, afirmou o petista.

Após muita discussão, Justiniano retirou o projeto de pauta. Ele justificou dizendo ter percebido que o projeto e a emenda seriam rejeitados na votação. Depois disso, Marialvo disse que amanhã (16) vai apresentar um projeto semelhante ao de Justiniano, com a garantia de meia passagem para EAD e cursos técnicos.

Whatsapp
Google+
Versão Clássica