Programa De Olho na Cidade

Papa Francisco celebra sua primeira missa no Santuário de Aparecida

O Papa Francisco saiu cedo do Rio de Janeiro e não o dia todo. Foi de avião até São José dos Campos, helicóptero até Aparecida e celebrou quase duas horas de missa.
 
O Papa Francisco deixou a residência apostólica do Sumaré, na zona norte do Rio, às 7h43 da manhã. Ali mesmo teve o primeiro contato com os fiéis. Uma mãe entregou o filho para ser abençoado por ele.
 
O carro seguiu rumo à base aérea do galeão. Assim que entrou na estrada do Sumaré, os policiais de trânsito tiveram que retirar um rebanho de cabras para a comitiva passar. O Sumaré é uma das regiões mais frias do Rio de Janeiro e, mesmo assim, o Papa manteve o vidro do carro aberto e cumprimentou os fiéis que se aproximaram dele. Para preocupação dos seguranças, alguns moradores conseguiram tocar no Papa.
 
Depois a comitiva seguiu rapidamente por avenidas da zona norte do Rio de Janeiro, até chegar a base aérea. O Papa Francisco embarcou em um avião da FAB, por volta de 8h15, e chegou a São José dos Campos, no interior de São Paulo, uma hora depois. Lá o Papa acenou para as pessoas que o aguardavam na pista e embarcou num helicóptero da FAB.
 
O Papa chegou a Aparecida por volta de 10h20, debaixo de muita chuva. No trajeto do papamóvel até o Santuário Nacional, o Papa acenou o tempo todo para a multidão de fiéis. Perto da basílica, o veículo parou e o Papa beijou uma criança.
 
Dentro da capela dos apóstolos, o Papa se emocionou diante da imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida e fez uma oração.
 
Antes de entrar na basílica, o Papa se paramentou com as vestes feitas  pelas costureiras da diocese de Colatina, no Espírito Santo, especialmente para a celebração de hoje.
 
 Ao som do coral do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, o papa abençoou mais uma criança. No altar, ele foi acolhido pelo arcebispo de Aparecida, dom Raymundo Damasceno, que presenteou o pontífice com uma imagem de Nossa Senhora Aparecida. Em troca, o Papa presenteou dom Raymundo com um cálice.

As informações são do G1
Whatsapp
Google+
Versão Clássica