Programa De Olho na Cidade

Governo autorizará migração de rádios AM para FM em novembro

Emissoras de rádio AM de todo o país poderão reproduzir os seus sinais através da Frequência Modulada (FM) a partir do mês de novembro. Para isso, empresários e gestores do setor aguardam a assinatura de um decreto do Ministério das Comunicações - com a medida, o governo federal busca adiantar o processo de digitalização do rádio.

Segundo a representante da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), Monique Cruvinel, a mudança está sendo motivada, entre outros fatores, pela grande interferência que existe no sinal das emissoras AM.

“Percebemos que não seria possível encontrar uma solução na própria faixa AM. Outro problema é a recepção. As indústrias têm cada vez menos instalado receptores AM nos seus produtos, como nos aparelhos de rádio dos carros. Nos celulares, só há o receptor de FM”, explicou Monique, em entrevista ao radialista Jorge Biancchi.

Para a migração, que será opcional, as emissoras terão que investir em tecnologia como novos equipamentos para as torres de transmissão e cabos, além da capacitação do seus funcionários da área técnica.

Apesar dos custos, a maioria dos empresários de rádio encaram que as medidas são meios para manter a competitividade das emissoras, que tem perdido grande audiência nos grandes centros. “É uma coisa necessária à sobrevivência das rádios. Queremos salvaguardar o conteúdo das rádios AM”, completou Monique.

Kleiton Costa


Whatsapp
Google+
Versão Clássica