Programa De Olho na Cidade

João Batista defende Programa Mais Médicos como necessário à população

O urologista e professor do curso de Medicina da Universidade Estadual de Feira de Santana, João Batista Cerqueira, é um dos defensores do Programa Mais Médicos, iniciativa do Governo Federal.

O médico vai de encontro à opinião predominante dos profissionais de sua categoria. As manifestações contrárias estão partindo principalmente dos conselhos regionais de Medicina.

“Devemos ter um olhar de apoio à iniciativa de contratar profissionais para atender à sociedade. Sabemos que a população mais carente tem dificuldade de acesso aos médicos. Não entendo como alguém se coloca contra algo que busca corrigir as distorções sociais. Essa posição conservadora não melhora a situação da coletividade”, disse João Batista, ao Programa De Olho na Cidade.  

Ex-secretário municipal de Saúde Feira de Santana, João Batista tem ressalvas à contratação de profissionais estrangeiros, mas acredita que isso não retira o mérito do Mais Médicos. “Lamento que não tenha ocorrido planejamento a ponto de precisarmos importar médicos de fora, mas isso é um fato menor, que pode ser corrigido futuramente com a formação de mais profissionais brasileiros”.

João Batista defende que os governos invistam na formação de médicos no Brasil, ampliando o número de vagas e cursos de Medicina nas instituições de ensino superior. Ainda segundo Batista, na Uefs está sendo discutida a possibilidade de ampliação das vagas de Medicina de 30 para 60, com ingresso dos estudantes anualmente.

Kleiton Costa
Whatsapp
Google+
Versão Clássica