Programa De Olho na Cidade

Seleção Brasileira volta a jogar uma Copa do Mundo em casa após 64 anos

Após mais de seis décadas de espera, o Brasil volta a disputar dentro de casa uma Copa do Mundo. E a adversária na estreia será a Croácia, em partida que será realizada na Arena Corinthians, conhecido popularmente como Itaquerão, às 17h dessa quinta-feira (12/06).

O público promete vai lotar o estádio construído em São Paulo e esperam testemunhar o início de um caminho vitorioso para a equipe comandada pelo técnico Luiz Felipe Scolari.

E o Brasil tem motivos de sobra para acreditar em uma vitória. Desde o empate em 1 a 1 com a Suécia em 1978, a Seleção sempre venceu o seu primeiro compromisso em Copas.

É a equipe com melhor retrospecto em estreias de Mundiais dentre todas. Para se ter uma ideia, a última vez que o selecionado brasileiro foi derrotado no primeiro jogo foi em 1934.

Além do mais, na história da competição nenhuma vez os anfitriões estrearam com derrota (são 14 vitórias e 6 empates).

Desde a dissolução da Iugoslávia, o Brasil enfrentou a Croácia duas vezes. Na primeira, empate em 1 a 1 em amistoso realizado em Zagreb.

Niko Kranjcar abriu o placar para o time da casa e Ricardinho empatou, ainda no primeiro tempo para a equipe comandada pelo atual coordenador técnico Parreira. Entre os titulares do time europeu naquele dia estava Niko Kovac, atual treinador da equipe axadrezada.

O segundo confronto foi, assim como será agora, na estreia de uma Copa do Mundo. No caso, a de 2006, disputada na Alemanha. A seleção brasileira contava com grandes craques, todos no auge de suas carreiras, e era favorita ao título.

No entanto, o time que tinha Ronaldinho, Ronaldo, Kaká e Adriano decepcionou e acabou sendo eliminado daquele torneio. No entanto, a estreia contra os croatas traz boas recordações: vitória por 1 a 0 com um golaço de Kaká.

Brasil

O time da casa parece ter se encontrado desde o retorno do técnico Luiz Felipe Scolari, que acertou o time durante a Copa das Confederações.

O time que deverá entrar em campo nesta quinta deverá ser exatamente aquele que bateu os espanhóis por 3 a 0 na decisão realizada no Maracanã, escalado no popular 4-2-3-1.

Escalação provável: Julio Cesar; Dani Alves, Thiago Silva, David Luiz, Marcelo; Paulinho, Luiz Gustavo; Oscar, Hulk, Neymar; Fred

Fique de olho!

Toda seleção tem um principal jogador. No caso do Brasil, o craque é Neymar. Usando a famosa camisa 10, o meia-atacante do Barcelona será a grande esperança do país para a conquista do sexto título.

Nesta quinta-feira, o ex-santista pode aproveitar as deficiências no flanco esquerdo dos croatas para criar jogadas perigosas.

Croácia

Cientes da dificuldade que terão em São Paulo, os europeus se contentariam com um empate. Procurando ver o lado bom, o técnico Niko Kovac disse que prefere enfrentar a Seleção na primeira rodada da fase de grupos do que na última.

Para a estreia, são dois grandes desfalques: o lateral-esquerdo Pranjic, lesionado, e o atacante Mandzukic, suspenso.

Escalação provável: Pletikosa; Srna, Corluka, Lovren e Vrsaljko, Brozovic (Kovacic), Rakitic, Modric, Perisic e Olic; Jelavic

Fique de olho!

Modric foi um dos destaques do Real Madrid na conquista da Champions League, mas quem pode dar muito trabalho é Rakitic.

O meia, dotado de velocidade e bom domínio, teve grande importância no título da Liga Europa com o Sevilla e deverá vestir a camisa do Barcelona na próxima temporada.

As informações são do Tribuna da Bahia. 

Whatsapp
Google+
Versão Clássica