Programa De Olho na Cidade

Policial enfrenta o desafio de administrar o tempo entre trabalho e filhos

Kleiton Costa

A presença do pai na vida dos filhos sempre foi algo raro para muitas famílias. Antes, isso era associado a preconceitos e tabus, que delegavam às mães a tarefa de estar no dia a dia das crianças. A mentalidade masculina já avançou, é verdade, mas hoje o desafio é driblar a correria e saber equilibrar a rotina entre o trabalho e a família.

Pai de dois filhos, um menino de dois anos e uma menina de oito, Karlson Cavalcante enfrenta a dificuldade de cumprir plantões na Polícia Rodoviária Federal e estar distante dos pequenos.

“Para ser pai, temos que ter coragem e certeza no que estamos fazendo. Nos momentos de folga, tento estar com meus filhos, levá-los ao colégio e acompanhá-los, o máximo de tempo possível”, relatou Karlson, durante participação na série de entrevistas em homenagem ao Dia dos Pais no Jornal do Meio Dia (Princesa FM).

O policial salienta a importância do pai curtir a convivência com os filhos. “Temos que viver esses momentos porque tudo passa rápido. Aproveitem, porque o tempo passa pra todo mundo. Temos que olhar nos olhos dos nossos filhos e nos enxergar neles. A gente se questiona se estamos fazendo o nosso papel de pai mesmo, mas temos que cumprir as nossas responsabilidades, sabendo que as coisas vão se resolvendo mesmo sem a nossa presença”, concluiu o policial.

Whatsapp
Google+
Versão Clássica