Programa De Olho na Cidade

Esperando receber 300 mil jovens, JMJ começa pra valer com a presença do papa

Gabriel Dallas
 
O papa Francisco chega hoje ao Panamá para a 32ª JMJ (Jornada Mundial da Juventude), realizada pela primeira vez em um país da América Central. São esperados ao menos 300 mil fiéis no encontro, que será inspirado nas palavras “Eis a Serva do Senhor, Faça-se em Mim Segundo a tua Palavra”.
 
A JMJ reúne milhares de católicos de todo o mundo, sobretudo jovens. Este é o maior evento religioso da Igreja – celebrado internacionalmente a cada três anos – e foi instituído pelo papa João Paulo 2º em 20 de dezembro de 1985. 
 
"É uma experiência única participar da Jornada Mundial da Juventude", diz Renan, de Maringá/PR.
 
A principal mensagem que o papa deseja passar durante os seis dias do encontro é a de que os jovens precisam ser testemunhas da reconciliação e portadores da paz. “A Igreja e a sociedade precisam de vocês. Com as suas propostas, com a coragem que têm, com os seus sonhos e ideais, são derrubados os muros do imobilismo e são abertos caminhos que nos levam a um mundo melhor, mais justo, menos cruel e mais humano”, disse Francisco em um vídeo.
 
Do Panamá, Jorge Biancchi
Whatsapp
Google+
Versão Clássica