Programa De Olho na Cidade

Não há como medir a emoção com as palavras, expressa peregrino ao vê o Papa

Gabriel Dallas
 
No primeiro dia da visita do Papa Francisco ao Panamá, mesmo com uma rápida passagem pela Av. Espanha, na Cidade do Panamá, o desfile do líder religioso com certeza ficará presente na memória dos milhares de fiéis presentes na Jornada Mundial da Juventude, no instante em que Jorge Mario Bergolia acenou, do seu veículo oficial, para o público que lotou o local.
 
Nesta quinta-feira (24), o Papa presidirá a missa de abertura oficial da JMJ, após descansar da longa viagem de 13h de Roma à América Central, onde desembargou no início da noite de ontem (23).
 
As cenas ficarão marcadas na memória do paulista Gustavo, que registrou de perto a passagem do pontífice.
 
"Foi uma emoção indescritível e arrepiante ter a oportunidade de está próximo do Papa Francisco", disse o peregino. Gustavo considerou que "não há como medir a emoção com as palavras", expressou.
 
O Padre Angêlo Magno, correpondente da Arquidiocede de Salvador e da Paróquia do Rio Vermelho, relatou a alegria de viver o momento pedindo bençãos divinas para a juventude. 
 
"Que as graças de Deus possam tocar os jovens."
 
Do Panamá, Jorge Biancchi e Valdeir Uchôa
Whatsapp
Google+
Versão Clássica