Programa De Olho na Cidade

Padre de São Gonçalo que vive na Itália relata clima de guerra no país

De Olho Na Cidade
 
O padre baiano, de São Gonçado dos Campos, Luciano Curvelo, que vive na Itália, país mais afetado pelo novo coronavírus no mundo, afirma que se sente em meio a um clima de guerra após o decreto de quarentena em Roma. Em entrevista ao De Olho Na Cidade, nesta sexta-feira (20), ele conta que o país está sob tensão por causa da doença.
 
O Governo da Itália determinou uma medida que delimita a circulação da sua população. O país registrou ontem (19) mais mortes pela doença do que a China. Para tentar conter a propogação da doença, foi determinado o isolamento das pessoas com a quarentena.
 
Luciano Curvelo, mora há aproximadamente dois anos e seis meses na Itália, com outros padres e religiosos. Ele reside na cidade de Roma, e relata que, tem a sensação de que está em um clima de guerra.
 
"O país está sofrendo! A Itália está em uma situação de tristesa, medo e terror com tudo fechado. Mas, apesar deste clima há também muita esperança. Estamos passando por um momento muito difícil em um clima tenso de guerra", desabafou contando que as ruas estão vazias e a que "a polícia está controlando a circulação de pessoas", explica.
 
Surto na Itália - A Itália é o país no mundo mais atingido pela atual onda da pandemia. O contágio veio à tona há mais de duas semanas e concentra-se em um punhado de locais na Itália, com mais de 3 mil mortes.
Whatsapp
Google+
Versão Clássica