Programa De Olho na Cidade

Dayane Pimentel apresenta ofício para que Governo Federal libere Seguro Desemprego

Sérgio Di Salles

Em entrevista ao De Olho na Cidade, na tarde desta segunda (23), a deputada federal Dayane Pimentel posicionou-se em primeira mão, através do rádio, sobre a Medida Provisória do Presidente Jair Bolsonaro que permite o afastamento de funcionários num período de quatro meses.

“A MP foi mal gerida por nós do PSL, durante a manhã, bem cedo, me manifestei contrária, mas, o presidente se justificou, apaguei a minha crítica e fui ler mais sobre, e percebemos que o presidente faltou com a verdade, mais uma vez. Diante desta situação gerada pelo próprio governo, estamos protocolando ofìcio onde eu e outros deputados solicitamos ao presidente que ele faça a liberação do seguro desemprego. Só doendo no bolso do governo é que nós vamos fazer com que as pessoas não sofram com as consequências’, afirmou.

Ainda segundo Dayane, a priori, o ofício estipula a liberação do seguro, bem como o FGTS. “A liberação do seguro é a nossa medida prioritária, que levamos ao presidente e esperamos que ele acate. Ao contrário do que Bolsonaro mostra, tanto os parlamentares o os prefeitos fazem o possível para ajudar com medidas nesta situação. Muitas ideias estão chegando à mesa do Rodrigo Maia e vamos adotar algumas destas. A gente precisa arquitetar o orçamento de guerra e pode ter certeza que estou empenhada para agilizar estas medidas, me coloco à disposição do prefeito Colbert, as medidas dele estão corretíssimas, o deputado Zé Neto também, é aguerrido, pode contar com o meu apoio, precisamos prestar auxílio um ao outro e vamos juntos enfrentar este coronavírus’, disse.

Em relação a um possível adiamento das eleições deste ano, a deputada afirmou que se for para o bem, está de total acordo. “De acordo com os últimos acontecimentos, minha concentração será para esta situação que enfrentamos, discutiremos política depois, se tiver que adiar a eleição, terá total apoio meu e estarei aqui para primeiro combater e vencer esta crise e depois tratar de política no município. ”, afirmou.

Dayane ainda se mostrou favorável ao uso da verba do fundão para o uso nesta situação de pandemia. “Sou favorável, mas é importante a população saber que só o presidente pode apresentar esta proposta e em relação ao adiamento, só poderemos falar com tranquilidade nos próximos dias, não vejo problema, mas é preciso tempo, não pode ser precoce, mas em relação ao fundão, estarei de acordo sim. ”, concluiu.

Whatsapp
Google+
Versão Clássica