Programa De Olho na Cidade

Sesab diz que Bahia não tem 80% do público-alvo vacinado e pede cautela sobre Carnaval

Diante dos burburinhos sobre a realização do Carnaval e demais eventos populares em Salvador, a secretária de Saúde da Bahia, Tereza Paim, pediu cautela aos gestores municipais a respeito do afrouxamento de medidas de combate à pandemia de Covid-19.
 
Foto: David Mendes 
 
“A gente está em uma pandemia ainda, ela não deixou de existir. Nessa comunicação com os secretários municipais e com toda assessoria de saúde, digo que nós temos que ter cautela, esse é o nome”.
 
Participando da entrega da Unidade Básica de Saúde (UBS) Vila Matos, no Rio Vermelho, ao lado prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), Paim explicou as razões de sua preocupação.
 
“Não conseguimos vacinar mais de 80% da população alvo. Existem ainda tratativas, no planeta, em relação à vacinação de pessoas menores de 12 anos. A gente espera que, pelo menos até novembro, consiga ter mais de 80% desse público-alvo vacinado, para que a gente venha ter as novas tratativas”, disse.
 
E acrescentou: “A gente entende a necessidade desses eventos, como forma inclusive de renda mínima à população, esse é nosso alvo verdadeiro. Mas a gente precisa ter cautela. Cada dia, seu dia. Não vamos abandonar a máscara ainda, temos que ter o distanciamento físico, a higiene, tudo isso associado com a campanha intensa de vacinação. É preciso que se tome a segunda dose e a dose de reforço, aí a gente consegue dar um panorama mais real”.
 
*Bahia.ba
Whatsapp
Google+
Versão Clássica