Programa De Olho na Cidade

OMS aprova vacina contra Covid Covaxin para uso emergencial

A vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela farmacêutica indiana Bharat Biotech, Covaxin, foi aprovada para uso emergencial pela Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta quarta-feira (3). O imunizante não é usado no Brasil, a aquisição da vacina pelo Ministério da Saúde se tornou alvo da CPI da Pandemia no Senado.
 
A OMS recomenda o uso da Covaxin para pessoas maiores de 18 anos, com um intervalo entre doses de quatro semanas. O imunizante não é recomendado para grávidas.
 
"O Grupo Técnico Consultivo, convocado pela OMS e composto por especialistas em regulamentação de todo o mundo, determinou que a vacina Covaxin atende aos padrões da OMS para proteção contra a Covid-19. O benefício da vacina supera os riscos e ela pode ser usada", informou a entidade.
 
A tecnologia usada para o desenvolvimento da Covaxin é baseada em vírus inativado.
 
Com a aprovação, a Covaxin se junta a mais seis vacinas que já receberam o aval positivo de uso emergencial pela OMS. As outras são: Pfizer; Oxford/AstraZeneca  Johnson (; Sinovac/CoronaVac, todas usadas no Brasil; além da Moderna e Sinopharm.
 
Reportagem do portal G1 destaca que a aprovação pela OMS abre caminho para que a vacina possa ser distribuída pelo consórcio Covax Facility, organizado pela OMS para garantir um acesso mais igualitário aos imunizantes por países mais pobres.
Whatsapp
Google+
Versão Clássica