Programa De Olho na Cidade

Na reta final do ENEM 2021 professores dão dicas de como se dar bem nas provas

 Edi Conceição

No Exame Nacional do Ensino Médio, o ENEM, que acontece nos próximos dias 21 e 28 de novembro, mais de três milhões e cem mil candidatos devem fazer as provas das áreas de Linguagens, Ciências Humanas, Ciências da natureza, Matemática, além da Redação. Desde a edição de 2020 o INEP- Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, órgão responsável pela aplicação das provas realiza além da versão impressa, a versão digital do exame.

Em plena reta final, professores que estão ali no convívio diários com estudantes que farão o ENEM dão algumas dicas sobre como se comportar nesses momentos em que já se aproxima a aplicação das provas. Ane Lima, professora do colégio General Osório elenca algumas dicas.

"Primeiro de tudo é importante o aluno entender o seu processo.  Cada pessoa reage a um processo seletivo como o ENEM de forma diferente. Também é importante criar uma rotina de estudos, de alimentação e de relaxamento. É essencial ainda estabelecer um tempo de estudo. Não é bom também passar as noites estudando, apesar de que às vezes isso nem sempre é viável. Outra dica: manter uma rotina de sono constante, além de manter uma disciplina de estudos bem organizada. Já no fins de semana o estudante pode sim estudar, mas é importante reservar um tempo para fazer uma atividade prazerosa, porque com a mente descansada o conhecimento vem melhor", aconselha a professora.

 

A professora destaca ainda a importância do ENEM na vida dos candidatos.

"O ENEM garante uma vaga numa faculdade / universidade. Mas, o processo se tornou importante também porque mede o conhecimento de cada estudante e faz ele pensar por uma outra perspectiva mais crítica e realista. E serve também de conhecimento, porque o aluno lá na frente vai enfrentar outros processos seletivos semelhantes como concursos e até mesmo uma vaga de emprego.", declara.

Em conversa com Fernanda Leal, professora de Português, Redação e idealizadora do projeto "Casa das Letras" ela comenta sobre o nervosismo muito comum nos candidatos na hora do exame.

"Se a aluno vem treinando, fazendo esse trabalho de autocuidado e autocontrole, lá na hora o candidato saberá lidar com o nervosismo. É uma competência que precisa ser desenvolvida. É preciso desenvolver no aluno esse poder de controlar suas emoções e isso não se nasce sabendo, você aprende a desenvolver. Se você pega esses dias para criar uma expectativa, mais pautada também em uma concentração, em um controle de emoções e até de respiração.", destaca.

 

Por fim, a professora fala também sobre o medo da Redação que muitos candidatos têm. Ela ainda dá algumas dicas sobre como se sair bem nesse quesito.

"A Redação realmente é um processo que tira a concentração de muitos alunos, levando, infelizmente ao insucesso. Redação é treino. O ideal agora é treinar, pegue uns temas e comece a praticar aquilo que você já vem aprendendo com seu professor de Redação.", finaliza.

.

Whatsapp
Google+
Versão Clássica